banner-sant'ana-fundo.jpg

Sant 'Ana

Devoção à

Salve, Sant'Ana gloriosa, 
Nosso amparo e nossa luz 
Salve, Sant'Ana ditosa, 
Terno afeto de Jesus.


Hino de Sant'Ana

Tornar a ver Sant'Ana, sentir a sua presença em tempo de distanciamento, esse é o propósito da Exposição Virtual do Museu do Seridó, para a Festa de Sant'Ana de 2021. Ao buscar a imagem primeira da padroeira do Seridó pretende-se ressaltar a importância que a imagem representa para a arte sacra brasileira.

 

Tombada pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional, em 1962, ela é uma imagem significante para a cidade e para a região seridoense. Sant'Ana primitiva, assim designada pelos caicoenses, é um marco da devoção à avó de Jesus como padroeira das ribeiras do Seridó, desde 1735, quando foi doada por Luiz da Fonte Rangel. De lá para cá a fé e a devoção a Sant'Ana se consolida, entre as famílias de Caicó e região a Gloriosa Mãe de Maria é exaltada como a grande intercessora, como modelo de mãe e avó.

Sant'Ana Primitiva

A mais antiga imagem de Sant'Ana da região, com registros desde de 1735! A estátua, em madeira policromada, representando Sant’Ana Mestra e Maria, que tem sido vista presencialmente pelos seridoenses por séculos, e continua hoje através das lentes.

Capa card - Sant'Ana Primitiva.png
Sant'Ana Guia

Representação de Sant'Ana Guia, que conduz Maria para seu grande papel de mãe do Cristo. A pequena e assimétrica imagem era do tipo de adornamento doméstico, hábito que hoje ganha nova força.

Capa card - Sant'Ana Guia.png
Sant'Ana Mestra

Imagem de Sant'Ana Mestra, indicada pela presença do livro - o domínio da escrita auxiliava o domínio político, econômico e cultural de Portugal sobre o Brasil.

Capa card - Sant'Ana Mestra.png
Capa card - Menino Jesus.png
Entre gerações